Bombeiro com réplica de fuzil é morto a tiros por PM’s

Em 11 de maio passado, por volta das 20h30min, militares do destacamento de Correia de Almeida, do município de Barbacena, receberam denúncia de que um indivíduo, o cabo D. I. S., de 35 anos de idade, que estava em um veículo Ford, Fiesta sedan, de cor azul, estava abordando os usuários da rodovia portava um fuzil, chegando a praticar assalto contra um caminhoneiro que por ele foi parado.

Diante do ocorrido, as guarnições do 9º BPM e da 13ª RPM de Barbacena se deslocaram para o local, momento em que visualizaram o suspeito em um posto de combustível. O bombeiro, ao perceber a aproximação das viaturas, empreendeu fuga e certo tempo depois parou o veículo e o posicionou na rodovia, apontando a arma em direção da viatura que o acompanhava.

Com a chegada das equipes de apoio, o cidadão foi advertido verbalmente sobre o uso ilegal de arma de fogo, sendo então dada ordens claras e objetivas para que depusesse a arma. Porém, o cidadão não acatou a ordem e mais uma vez empreendeu fuga no veículo, seguindo no sentido de Barbacena em alta velocidade, contudo,  mudou o trajeto durante a fuga e retornou para Correia de Almeida.

Logo em seguida, o condutor desembarcou do veículo de arma em punho e ameaçou populares que estavam no local. Nesse instante, os militares fizeram uma nova tentativa de abordagem, advertindo mais uma vez o bombeiro para que ele largasse a arma e se entregasse, no entanto, ele ignorou as ordens dos policiais e novamente empreendeu fuga com seu veículo em direção à BR-040.

Próximo à rodovia, o bombeiro atingiu um obstáculo na pista (uma valeta) e mais uma vez desceu do veículo, momento que novamente os militares, seguindo os procedimentos de abordagem da Polícia Militar, determinaram que ele se deitasse no chão, entretanto, ele colocou o braço através da janela do veículo, pegou o fuzil e o apontou em direção à equipe como se fosse efetuar disparos contra os policiais, que de imediato responderam a ameaça com o uso da arma de fogo visando defender a integridade física da guarnição, que acabou o alvejando.

O cidadão foi socorrido pelos militares com vida para o Hospital Regional de Barbacena, onde após certo tempo, veio a óbito.

Durante a ocorrência, foi feito o levantamento da placa do veículo do autor, sendo constatado que apresentava comunicação de queixa roubo/furto.

No local, compareceu a perícia técnica que realizou os trabalhos de praxe, além de uma equipe da Polícia Rodoviária Federal.

No interior do veículo, que foi apreendido, havia bebida alcoólica e crack, dentre outros objetos.

  1. I. S., de 35 anos, era cabo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais e pertencia a 2ª Cia. Ind. BM/2ª Cia. de Conselheiro Lafaiete/MG.

Segundo testemunhas, havia outro indivíduo com o autor que fugiu por um matagal, mas ele não foi localizado. Em relação à arma, constatou-se ser uma réplica de rifle de Air Soft, modelo HK- 416, de cor preta que também foi apreendida.

Os militares envolvidos na ocorrência, conforme procedimento legal, foram presos em flagrante, sendo conduzidos para o quartel do 9º BPM.

Fonte: 13º RPM

Deixe uma resposta