Complexo Turístico, Gastronômico e Cultural está relegado ao esquecimento

Muitos esforços foram empreendidos na busca da valorização de um espaço que estava degradado. Muitas pichações, sujeira, entulho, péssima iluminação, um atrativo perfeito para a prostituição e o consumo de drogas. No fim do último governo a Prefeitura Municipal entendeu que precisava dar uma outra realidade no entorno na Praça da Estação, transformando a antiga realidade em um espaço onde o atrativo seria o turismo, a cultura e a gastronomia. Foi assim projetado e viabilizado o Complexo Turístico, Cultural e Gastronômico da Praça da Estação, sendo aproveitada toda a arquitetura da Estação Ferroviária dado um bonito plus ao projeto com a inserção da máquina à vapor Zezé Leoni, mais os vagões restaurantes do Trem de Prata, em parceria com a Associação Amigos do Trem. No entorno da estação, todo o pátio foi desobstruído para que pudesse servir a eventos culturais e gastronômicos, recebendo asfalto, pintura e iluminação, além de um fechamento para evitar o trânsito de usuários de drogas e mendigos.

Para isso a Prefeitura contou com apoio de parceiros como a MRS Logística através dos parceiros Sérgio Carrato, Suely Reis, Associação Amigos do Trem, que com o apoio do presidente Paulo Henrique Nascimento, do deputado Luiz Fernando Faria e o prefeito Bebeto Faria, abraçaram a estação.

Inauguração

No dia 16 de dezembro foi realizada a inauguração da nova fase da estação, sendo notícia de nossa edição do dia 24, onde o Complexo Turístico, Gastronômico e Cultural foi a matéria principal de capa do semanário, quando importantes autoridades da região vieram celebrar essa conquista que muito alegrou os sandumonenses, onde até mesmo a oposição ao governo felicitou o povo por esta conquista.

Descaso

Mas infelizmente em edições posteriores não houve muito o quê festejar. Na publicação de 10 de junho de 2017, a notícia de capa era: “Estação é abandonada pela Prefeitura Municipal”. E em 14 de abril deste ano: “Complexo Turístico está relegado ao abandono?”. São tristes as notícias onde constatamos o abandono ao projeto que integra turismo, cultura e gastronomia, tudo em um só lugar.

Ainda hoje é possível notar o descaso das autoridades com esse patrimônio que não pertence a partidos, mas sim à população. Todo o espaço projetado para uma finalidade nobre agora está degradada e abandonada. A iluminação atual é deficiente, usuários de drogas e mendigos estão devagar retornando ao local, e o espaço para eventos culturais está servindo de bota fora (restos de obras) e lixo.

O fechamento, feito pela MRS, foi retirado quando a prefeitura, iniciou o projeto de abertura de uma rua no local, mas o projeto foi abandonado e a tela sumiu, não retornando a seu local de origem.

Solicitação

Procuramos o responsável pelo Departamento de Cultura da Prefeitura de Santos Dumont, Bruno Guilarducci, que nos informou que assumiu este posto recentemente, mas que já solicitou ao secretário de Obras, Cláudio Paes, a retirada dos entulhos e a recolocação da tela. Disse ainda que tanto a secretária de Educação, Bárbara Barros, responsável pelo departamento de Cultura, quando Luciene Augusto Vianna, Secretária de Meio Ambiente, Turismo, Esporte e Lazer, estão procurando tomar medidas para valorizar este local de tanta importância turística e cultural de nosso município.

Só nos resta aguardar que o prefeito Betinho não se mostre indiferente a este problema e determine as soluções cabíveis para que a população possa desfrutar deste nobre espaço com segurança e conforto.

Fotos: Gilberto Freire

Fotos: Gilberto Freire