COMTUR cobra limpeza de bens históricos

Na tarde de quarta-feira, dia 24, integrantes do COMTUR – Conselho Municipal de Turismo e da Divisão de Patrimônio Cultural se reuniram com os secretários de Administração, Inácio Barbosa, e de Meio Ambiente, Turismo, Esporte e Lazer, Marco Aurélio Germano, quando solicitaram destes a atuação do município junto às necessidades de conservação de bens históricos do município.

Na pauta da reunião foram discutidas as situações dos bens históricos que estão às margens da linha férrea e necessitam de limpeza e manutenção, visando a preservação dos mesmos. Segundo o que foi discutido na reunião, os patrimônios que necessitam de uma intervenção urgente são: O Pontilhão Três Bocas (Viaduto Vasconcellos), com remoção da tinta e capina; Caixa d’água de Recenvindo, com capina; Viaduto Sérgio Macedo, com capina; Caixa d’água de Rocha Dias (próximo ao Museu de Cabangu), com capina.

Não podem ser esquecidos a Praça Demoiselle, no acesso sul da cidade, e também a estação da Mantiqueira que vem sofrendo um violento processo de depredação, justamente por falta de uma política de manutenção.

Outro ponto que necessita de um cuidado especial por parte da Prefeitura é a estação central, que foi totalmente revitalizada no final do ano passado, mas que já começa a apresentar sinais de abandono, com várias lâmpadas queimadas e sujeiras em determinados pontos. É claro que é melhor manter o local em bom estado do que esperar sua degradação para só depois tomar providências, o que certamente exigirá mais investimentos, além de obrigar a população a conviver com o local em condições inadequadas.