Comunidade católica celebra “Domingo de Ramos”

O “Domingo de Ramos” foi celebrado no último domingo, dia 14, data que antecede a Páscoa e inicia a Semana Santa. Essa importante data do calendário cristão é o dia em que lembramos e celebramos a entrada de Jesus em Jerusalém como Salvador e Rei. Momento em que Jesus montou um jumento na cidade de Jerusalém, diante de uma grande multidão que reuniu-se e colocou ramos de palmeiras e seus mantos na estrada, dando a Jesus o tratamento real. As centenas de pessoas gritaram: “Hosana ao filho de Davi! Bem-aventurado aquele que vem em nome do Senhor! Hosana no mais alto dos céus!” Orações, hinos e sermões são características desta data que prefigura a vitória de Cristo sobre a morte. A cor da Missa no Domingo de Ramos é vermelha, em razão da leitura do Evangelho da Paixão de Jesus, simbolizando a redenção em sangue que Cristo pagou pelo mundo.

Palavra de Fé

Quem presidiu a procissão foi o padre José Cisneiros, tendo como colaborador o padre Farne, vigário da matriz e administrador da Paróquia de Nova Dores do Paraibuna.

“Que a Graça e a paz de nosso senhor Jesus Cristo, o amor de Deus nosso pai, a comunhão e a luz do Espírito Santo estejam convosco. Meus irmãos e minhas irmãs. Durante as cinco semanas da quaresma, preparamo-nos os nossos corações, pela oração, pela penitência e pela caridade. Hoje aqui nos reunimos, e vamos iniciar com toda a Igreja a celebração da Páscoa de nosso Senhor para realizar o mistério de sua morte e ressurreição. Cristo entrou em Jerusalém, sua cidade, celebramos com fé e piedade, a memória desta entrada, sigamos os passos de nosso salvador. Para que associados pela graça da sua cruz, participemos da sua ressurreição e de sua vida. Oremos: Deus Eterno Poderoso, abençoais esses ramos, para que sigamos com alegria, Cristo nosso Rei, e cheguemos por ele à eterna Jerusalém. Por Cristo nosso Senhor, amém.”, disse padre José Cisneiros.

Concentração

Neste domingo muitos católicos foram até os portões do Fórum Desembargador Paulo Mota, na Rua Galileu Fonseca, local onde houve a concentração de centenas de pessoas que juntas participaram da procissão de “Domingos de Ramos”.

            Procissão

A procissão saiu da Rua Galileu Fonseca, passou pela Avenida Rui Barbosa, Vieira Marques, Josefina Ladeira, Avenida Presidente Getúlio Vargas até a Praça Cesário Alvim, tendo os fiéis ingressado na Matriz de São Miguel e Almas para participarem da Missa.

Fonte: PASCOM

Fotos: Gilberto Freire