Localizado o corpo de Ademir Aparecido de Lima “Bocão”

A Polícia Civil continua as investigações sobre o caso do sumiço e morte de Ademir Aparecido de Lima, o popular “Bocão”, que tinha desaparecido após agredido violentamente e sequestrado na Comunidade de Soledade no último dia 15 de junho.

As autoridades policiais conseguiram interrogar, na noite do dia 19, dois homens que foram reconhecidos pelo irmão da vítima como tendo sido eles os agressores e seqüestradores de Ademir. Já a mulher, segundo a PC, estava com o documento do carro da vítima.

Com os suspeitos, foram apreendidos um veículo Ford/Fusion, licenciado em Belo Horizonte, placa HFS-7893. O caso está sob responsabilidade do delegado Dr. Cleber Faria da Silva, Dr. Milton da Cunha Castro Júnior, assumira as investigações na segunda-feira.

Na manhã de quinta-feira, dia 28, um corpo foi localizado nas proximidades da ‘Santinha’, Km 731, às margens da BR-040, e foi reconhecido por familiares como sendo o de ‘Bocão’.

O Corpo de Bombeiros de Barbacena informou que o corpo estava em uma plantação de bananas, dentro de uma vala, em avançado estado de decomposição e com os pés amarrados com arame.

Até o momento não serão divulgadas maiores informações sobre o caso, pois a polícia se reserva no direito de manter o caso sob sigilo para não prejudicar o andamento das investigações.

A polícia acredita que a motivação do crime seria uma provável dívida de tráfico no valor de R$ 30 mil relativo à compra de 25 quilos de maconha. Os três suspeitos teriam ido até o local para fazer um acordo e receberiam dois veículos em troca dos entorpecentes.

Ademir Aparecido de Lima “Bocão” tem seu corpo reconhecido por familiares.
Polícia Civil instaura inquérito e investiga assassinato.