Prefeitura promete pagar horas extras e garis encerram paralisação

Os garis da prefeitura de Santos Dumont realizaram na última semana uma paralisação de alerta e atrasaram a saída para a coleta de lixo, num movimento que prejudicou o andamento da coleta e mostrou mais uma vez a importância deste serviço para a comunidade. Justificando a paralisação, os servidores alegaram que o município não havia efetuado o depósito dos valores correspondentes às horas extras trabalhadas, acrescidas ao pagamento do mês, como sempre ocorreu.

Na pauta de reivindicação da categoria está o pagamento das horas extras referentes aos meses de julho e agosto do corrente ano; o fornecimento de EPIs´ – Equipamento de Proteção Individual e gratificação por serviço de coleta e de varrição para os garis no efetivo exercício da função.

Resultado

Com o movimento, mais uma vez os cidadãos se deparam com o acúmulo de lixo nas ruas, mostrando a ineficiência do atual sistema de coleta. A reivindicação dos servidores, diante da situação, é um direito da categoria. Durante uma semana, vários pontos da cidade estiveram com problemas na coleta de lixo. A situação se agravou no último sábado, dia 01, com a recusa dos garis em trabalharem, o que voltou a acontecer nesta segunda, dia 03. Infelizmente o caos tomou conta das principais ruas, pois havia muito lixo espalhado pela cidade.

O Movimento

Os servidores mantiveram apenas 30% de seu efetivo na coleta durante o movimento, enquanto os outros 70% participaram da paralisação pressionando o Poder Executivo. Diante da paralisação, o secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos Cláudio Paes foi às redes sociais pedir à população que mantivesse o lixo em casa, não disponibilizando esse para a coleta. Situação essa quase impossível, pois em muitos outros lugares o lixo não havia sido coletado já há alguns dias.

Em reunião com representantes do Sindicato dos Professores, Servidores e Funcionários Públicos da Prefeitura Municipal, na tarde de segunda-feira dia 03, Isa de Souza Carelli presidente da categoria, conseguiu com que o prefeito Betinho cedesse ao apelo dos servidores. A promessa do chefe do Executivo à categoria é que o Município pagará às horas extras trabalhadas na próxima terça-feira, dia 11.   Quanto ao fornecimento de EPI´s e as gratificações, ficou agendada nova reunião, desta vez para o dia 14 de setembro, quando será tratado o assunto.

Servidores retomam serviços após a paralisação. Foto: Geraldo Henriques